Por que marx21.net?

Nós queremos transformar tudo

E nós queremos uma revolução onde possamos dançar … 

  • Basta de se conformar com o sistema
  • Basta de fã clubes de políticos ou de estrelas da televisão
  • Queremos mudar o mundo… E acreditamos que é possível
  • Queremos nos organizar politicamente para contribuir com isto
  • E pensamos que o anticapitalismo pode ser interessante, amigável… E diferente.

Castellano | Català | Português | Euskera


Por que marx21.net?

O mundo enfrenta uma crise econômica, ecológica… E também política. Precisamos, mais que nunca, de uma mudança radical.

Os partidos sociais-democratas – que já nem mesmo fingem que farão reformas – há muito não representam uma alternativa ao capitalismo.

Os velhos partidos comunistas tampouco; durante décadas defendiam ditaduras de capitalismo de Estado que agora são variáveis do capitalismo de mercado.

Inclusive partidos como Syriza e Podemos que despertaram muitas esperanças foram demonstrando ter muitas limitações, como demonstra a brutal aplicação da austeridade por parte de Syriza em Grécia.

Nós, que nos unimos ao Marx 21, nos inspiramos em outra visão.

Pensamos que as soluções não chegarão através de reformas dentro do sistema, nem da construção de supostos “espaços liberados”. É necessária uma revolução socialista desde abaixo, na qual a classe trabalhadora, com toda sua diversidade, deve ter um papel fundamental.

Nossa visão do socialismo como um processo de auto-emancipação inclui a liberação das mulheres e de pessoas LGTB+, o anti-racismo (especialmente a luta contra a islamofobia), o internacionalismo, o anti-imperialismo, a autodeterminação dos povos, a defesa do meio ambiente…

Ser anticapitalista deve pressupor ter participação ativa em movimentos amplos que lutam nestes âmbitos.

Mas toda vez que lutamos, nos deparamos com dilemas: aceitamos algumas pequenas melhoras? Confiamos nas instituições? Rechaçamos qualquer tipo de unidade com pessoas que pensam de maneira diferente?

Portanto, não é suficiente querer uma mudança. Temos que aprender das lutas do passado para evitar cometer os mesmos erros. O marxismo revolucionário é precisamente uma destilação dessas lutas e, portanto, uma ferramenta de combate, não um jogo acadêmico.

Portanto, queremos trabalhar como uma rede de ativistas (atualmente muito modesta) que de maneira coletiva se forma, debate e participa nas lutas concretas, defendendo as idéias marxistas dentro delas.

Se você concorda com o que dizemos…

Junte-se!

Textos em Português

red/xarxa/sare/rede anticapitalista

A %d blogueros les gusta esto: